Daily Tips

Bookween

Olá, pessoal!

Estamos naquele dia do ano a que os mais velhos chamam “o dia do Diabo”. O dia em que os mais novos estão ansiosos para sair à rua mascarados para o “doçura ou travessura” e os mais recentes adultos planeiam o outfit para a festa mais assustadora do ano, seja em casa a ver filmes de terror ou num evento apinhado de gente.

Eu cá não sou muito dessas coisas. Já passei a fase do “doçura ou travessura”, apesar de também não o ter feito muitas vezes, e não tenho por hábito sair à noite. Portanto, como podem perceber, o Halloween não é muito a minha cena, principalmente porque sou demasiado medricas.

Contudo, o Blog Insider que, por sinal, publica coisas muito interessantes, entrou no espírito deste dia e presenteou os seus leitores com uma lista dos 20 livros mais assustadores do que qualquer filme de terror e, apesar de eu não gostar de nada que seja de terror, não podia deixar de partilhar esta informação que, acredito que muitos de vocês gostarão. No entanto, decidi encurtar um pouco a lista.

 

  1. “O Silêncio dos Inocentes”, de Thomas Harris

Thomas Harris escreveu este livro após o seu primeiro sucesso “Red Dragon”, que introduziu a personagem Hannibal Lecter.

Foi lançado em 1988 e teve uma adaptação cinematográfica, lançada em 1991. Foi galardoado com os prémios Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Atriz e Melhor Guião Adaptado e permanece como o mais recente filme a vencer estas categorias.

O-Silencio-dos-InocentesTítulo Original: Silence of the Lambs
Título em Português: O Silêncio dos Inocentes
Autor: Thomas Harris
ISBN: 9789724610801
Editor: Notícias

Sinopse: Várias mulheres aparecem mortas e a sua pele serve para o assassino fazer roupa. O FBI, através de Clarice Starling investiga este caso. As melhores informações só podem vir de um brilhante psiquiatra, Dr. Hannibal Lecter, enclausurado numa prisão de alta segurança por que, há alguns anos, assassinara as suas vítimas, retirava alguns orgãos, cozinhava-os e comia depois. A partir do encontro entre Clarice e Hannibal, é iniciada a desconstrução de um caso genial, de forma inigualável.

 

  1. “A Maldição de Hill House”, de Shirley Jackson

A recente série da Netflix é baseada neste livro, que foi recentemente traduzido para português e é descrito por Stephen King como “uma das histórias de terror mais perfeitas que já li”.

250xTítulo Original: The Haunting of Hill House
Título em Português: A Maldição de Hill House
Autor: Shirley Jackson
ISBN: 9789896232511
Editor: Cavalo de Ferro

Sinopse: John Montague, especialista e estudioso do oculto, chega a Hill House em busca de algo concreto que possa provar a existência do sobrenatural. Acompanham-no, Theodora, a sua assistente, Luke, o futuro herdeiro da propriedade e Eleanor, uma mulher solitária e frágil, já com experiência de encontros com poltergeists. 

Contudo, aquilo que, inicialmente, era apenas uma experiência em torno de fenómenos inexplicáveis torna-se, em pouco tempo, uma corrida pela sobrevivência, à medida que Hill House ganha poder e escolhe, de entre eles, aquele que quer para si…

A Maldição de Hill House é um dos mais perfeitos exemplos do terror e do suspense em literatura. Fonte de inspiração para nomes como Stephen King ou Guillermo del Toro, confessos admiradores de Shirley Jackson, a história foi adaptada por duas vezes ao cinema em filmes de grande sucesso.

 

  1. “The Ring – O Aviso”, de Koji Suzuki

Este é o livro que inspirou o filme japonês “Ringu”, lançado em 1998 e, mais tarde, a versão americana, “The Ring”, em 2002. Consta que, a surpresa é garantida neste livro, mesmo para quem já viu os dois filmes, pois as personagens e o final foram alterados na adaptação cinematográfica.

Segundo o blog “Insider”, os fãs do filme podem ficar surpresos com a falta de sobrenatural no livro original, no entanto, o suspense e os sustos mantêm-se muito presentes.

250x (1)Título Original: Ring
Título em Português: The Ring- O Aviso
Autor: Koji Suzuki
ISBN: 9789722623636
Editor: Livraria Civilização Editora

Sinopse: Numa noite em Tóquio quatro jovens morrem simultaneamente, vítimas de paragem cardíaca. O jornalista Asakawa começa a investigar este estranho caso e descobre que os quatro amigos viram juntos uma cassete de vídeo, uma semana antes de morrerem. Quando Asakawa vê essa cassete de vídeo, é avisado que também ele tem uma semana de vida a não ser que consiga decifrar a sua mensagem subliminar. A partir daí, solucionar este mistério torna-se absolutamente urgente e imprescindível.

 

  1. “Guerra Mundial Z”, de Max Brooks

De certeza que muitos pensam que “World War Z” é apenas um filme de zombies da Hollywood e muitos outros gostam dele, principalmente pela aparição de Brad Pitt.

Se forem como eu, apanharam uns belos sustos ao ver o filme. Portanto, eu não me atrevo a sofrer a angústia ao ler o livro, mas aposto que é tão bom ou melhor.

Word_WarZTítulo Original: World War Z
Título em Português: Guerra Mundial Z
Autor: Max Brooks
ISBN: 9 789895577002
Editor: 1001 Mundos

Sinopse: Trabalhando para a Comissão do Pós-Guera das Nações Unidas, Max Brooks teve acesso quase exclusivo aos arquitectos da vitória da Guerra Mundia Z. Se o relatório da ONU fornece um relato factual autorizado de tudo o que aconteceu, nesta obra, de um dos principais autores e investigadores que contribuíram para esse relatório, estão os testemunhos, feitos na primeira pessoa, dos que viveram o surto de epidemia/pandemia e que revelam o terrível custo humano deste conflito. 

Do doutor Kwng Jingshu, o médico chinês que examinou o ” Doente Zero”, a Paul Redeker, o muito controverso autor do Plano Laranja, Brooks falou com mais protagonistas fundamentais da guerra dos Zombies do que qualquer outra pessoa. Ao longo deste livro, o autor revela a extensão integral das transformações sociais e políticas a que o surto deu origem. A natureza perturbadora destes relatos exige ao leitor alguma coragem. Mas, como diz Brooks, não podemos esconder-nos por detrás das estatísticas entorpecedoras dos relatórios oficiais. Chegou a altura de encarar o verdadeiro horror que foi a guerra dos Zombies.

 

  1. “O Iluminado”, de Stephen King

Como não podia deixar de ser, Stephen King, sendo o mestre da literatura de terror, tinha de manter um lugar nesta lista.

“O Iluminado” foi o terceiro livro deste autor e tornou-se o seu primeiro best-seller em capa dura, afirmando a sua carreira como escritor deste género. O mais interessante é o facto de os cenários e as personagens terem sido influenciadas por experiências pessoais do autor.

Um filme baseado nesta obra foi lançado em 1980 e, em 1997, foi criada uma minissérie de televisão.

112209159SZTítulo Original: The Shining
Título em Português: O Iluminado
Autor: Stephen King
ISBN: 9789722531696
Editor: Suma de Letras

Sinopse: Jack Torrence consegue um emprego num velho hotel, e acha que será a solução dos seus problemas e dos da sua família – as dificuldades vão ficar para trás, a sua mulher vai deixar de sofrer e o seu filho, Danny, vai poder voltar a respirar ar puro e ultrapassar as estranhas convulsões. Mas as coisas não são tão perfeitas como parecem – existem forças malignas a pairar nos antigos corredores. O hotel é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança, e, inevitavelmente, um confronto entre o bem e o mal vai ter que ser travado.

 

  1. “Rebecca”, de Daphne du Maurier

O livro “Rebecca” foi publicado nos anos 40, mais especificamente, em 1938 e teve direito a uma adaptação cinematográfica, em 1940. É, talvez, o romance por que a autora é mais conhecida.

RebeccaTítulo Original: Rebecca
Título em Português: Rebecca
Autor:  Daphne du Maurier
ISBN:  9789722341035
Editor: Editorial Presença

Sinopse: Escrito em 1938, Rebecca é uma obra de fôlego, diversas vezes adaptada ao cinema. Porém, só em 1941, numa versão de Alfred Hitchcock, o filme ganharia protagonismo, chegando mesmo a vencer dois Óscares estando nomeado para nove categorias. Rebecca é um clássico onde os sentimentos adquirem um lugar de destaque. Sentimentos no feminino, já que se trata da história de duas mulheres que se envolvem com o mesmo homem, apenas com uma particularidade: Rebecca está morta. E é o fantasma, embora nunca visível, do seu passado que assombra a nova mulher, agora casada com o nobre britânico e apaixonado de Rebecca. A intriga é assombrosa e ao mesmo tempo envolvente deixando sempre a sensação de que Rebecca é omnipresente. E é com esta imagem antiga que a nova mulher do viúvo Maxim de Winter terá de enfrentar todos os que amavam Rebecca e que a encaram como alguém que veio para lhe roubar o lugar. Rebecca é o romance que celebrizou Daphne du Maurier e que conheceu 28 reedições em quatro anos só na Grã-Bretanha.

 

  1. “A Sangue Frio”, de Truman Capote

Considerado um dos grandes romances de literatura americana do século XX.

250x (2)Título Original: In Cold Blood
Título em Português: A Sangue Frio
Autor:  Truman Capote
ISBN:  9789722030960
Editor: Dom Quixote

Sinopse: O americano Truman Capote foi um escritor versátil, mas a sua grande obra foi o romance não-ficção A Sangue Frio, que conta a história da morte da família Clutter, em Holcomb, Kansas, e dos autores da chacina. 
Capote decidiu escrever sobre o assunto ao ler no jornal a notícia do assassinato da família, em 1959. Quase seis anos depois, em 1965, a história foi publicada em quatro partes na revista The New Yorker. Além de narrar o extermínio do fazendeiro Herbert Clutter, de sua esposa Bonnie e dos filhos Nancy e Kenyon –uma típica família americana dos anos 50, pacata e integrada na comunidade–, o livro reconstitui a trajectória dos assassinos. Perry Smith e Dick Hikcock planearam o crime acreditando que se apropriariam de uma fortuna, mas não encontraram praticamente nada. Perry era um sonhador. Cresceu de uma forma conturbada e violenta, e achava que a vida lhe tinha dado golpes injustos. Dick, considerado o cérebro da dupla, queria apenas arrebatar o dinheiro e desaparecer. Presos e condenados, ambos morreram na forca em 1965.

A intensa relação que Capote estabeleceu com as suas fontes foi determinante para o êxito da obra. Além de passar mais de um ano na região de Holcomb, investigando e conversando com moradores, aproximou-se dos criminosos e conquistou a sua confiança. Traçou um perfil humano e eloquente dos dois «meninos», como costumava chamar-lhes.

 

  1. “A Mulher de Negro”, de Susan Hill

Susan Hill escreveu esta história para que parecesse uma história gótica tradicional, mas, na realidade, o livro foi escrito em 1981.

É uma obra com mais de um milhão de exemplares vendidos e adaptada ao cinema em 2012, tendo Daniel Radcliffe como personagem principal.

A-Mulher-de-NegroTítulo Original: The Womna In Black
Título em Português: A Mulher de Negro
Autor:  Susan Hill
ISBN:  9789896721268
Editor: Suma de Letras

Sinopse: Arthur Kipps, um jovem solicitador a fazer carreira em Londres, é chamado a uma vila remota para assistir ao funeral de uma cliente da firma para que trabalha. Mrs. Alice Drablow vivia sozinha numa mansão isolada, quase sempre envolta num denso nevoeiro e apenas acessível por um estreito caminho. 

O solicitador decide instalar-se na mansão enquanto trata dos assuntos da falecida Mrs. Drablow. E o que parecia ser uma tranquila viagem de negócios transforma-se numa experiência aterradora quando Arthur começa a ser assombrado por sons e imagens arrepiantes – uma cadeira de baloiço a ranger num quarto vazio, o grito de uma criança perdido no meio das brumas e a visão de uma mulher de aspecto fantasmagórico. Ainda mais denso do que o nevoeiro e a escuridão que todas as noites caem sobre a velha mansão são os trágicos segredos que Arthur vem a desvendar, sempre perseguido pela temível mulher de negro. 

Com mais de um milhão de exemplares vendidos, A mulher de negro faz jus à melhor tradição das clássicas histórias de fantasmas. Agora adaptada ao cinema, com Daniel Radcliffe no papel de Arthur Kipps.

 

Espero que tenham gostado destas recomendações e que tenham um bom e assustador Halloween. Caso conheçam mais livros que se encaixem nesta categoria partilhem connosco!

Até à próxima,

Mariana Graça

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s