Crónicas

Ficar

A vida não é fácil. A felicidade, o conforto, a mudança não são fáceis. A estabilidade não é uma coisa simples. Mesmo assim, procuramo-la.
A questão que se impõe é: ficar ou sair?

São vários os momentos em que só queremos sair. Deixar tudo. O bom e o mau. Procurar algo novo, por mais descabido que seja.

E em todos os momentos em que pensei “sair” estava certo. Hoje não estou. Não estarei, nem quero estar. Quero permanecer errado. Porque é ao estar errado que estou certo em ficar. Em todos aqueles momentos teria, seguramente, motivos para sair. Para procurar a vida noutro local. Para novos projetos, novas rotinas. Naquela altura tudo me puxava para fora. Agora, aqui, o que me prende é tão forte. Mais do que os amigos, do que a família, prende-me uma equipa de gente incrível – e que sabem indubitavelmente quem são. E chamo-lhes equipa por um motivo muito simples: precisamos uns dos outros. Precisamos para que as coisas corram bem. Para que uns se defendam quando outros estão mais em baixo. Precisamos uns dos outros para que isto faça sentido. E isso é uma equipa. A minha equipa. É assim que a entendo.

Sou-lhes grato por me mostrarem sempre que o meu caminho passa por aqui. Que agora não posso ir embora. Por me fazerem sentir necessário. Por ter um lugar na equipa.

Podemos alcançar muita coisa. A realização profissional, económica, social, cultura… Enfim, um monte de valências que nos fazem sentir completos, mas nada se equipara à satisfação pessoal. Ao sentido de pertença. Ao sermos úteis e necessários para alguém.

Onde é que se vê isso?

Fácil! Nas mensagens de pura amizade (e amor) que se trocam. Nos sorrisos rasgados de quem nos quer bem. Em tudo e mais alguma coisa. Sobretudo, nas mais pequenas.

E é por isso que vou ficar aqui, sempre. Aqui, ou ali. Onde me fizerem feliz e onde eu o faça, também. Há um certeza que tenho, sou feliz, porque escrevo a minha história. Ao meu ritmo, no tipo de papel que entendo ser o melhor, com a minha caneta preferida e com a cor que é adequada. E não a escrevo sozinho, escrevo-a com a minha equipa. E eles sabem quem são.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s