Espreita Aqui

Experiência Eurovisão 2019

Olá a todos!

Não sei se repararam, mas na semana passada decorreu a Eurovisão e, no sábado, descobriu-se o vencedor da edição deste ano.

Neste post, vou falar um pouco sobre os meus pensamentos durante a 1.ª Semifinal, a 2.ª Semifinal e a Final do maior concurso de música da Europa.

1.ª Semifinal

Na terça-feira, realizou-se a primeira semifinal da Eurovisão. Portugal ia competir por um lugar na final, portanto, obviamente, que esta era a semifinal que eu estava mais empolgada por ver.

O espetáculo começou com uma atuação da anterior vencedora da Eurovisão, Netta Barzilai, com uma versão modificada da canção que venceu a edição do ano passado, Toy.

Eram 17 as canções que competiam na primeira semifinal e Portugal aparecia em 15.º. Um a um, os artistas foram passando, alguns que gostava mais, outros menos, mas no geral, gostei bastante das músicas desta semifinal.

Quando chegou a vez de Portugal, estava uma pilha de nervos, simplesmente pelo facto de estar toda a gente muito dividida em relação à atuação do Conan, uma vez que os ensaios não tinham corrido assim tão bem.

O Conan estava lindíssimo no seu postcard no Mar Morto e com aquela roupa verde e branca que contrastava na perfeição com as paisagens que nos eram mostradas.

A atuação do Conan foi excelente, os efeitos de luz estavam perfeitos, dava para sentir a emoção daquilo que era cantado. Pareceu-me que todos os medos de anteriormente tinham desaparecido, porque a atuação tinha sido perfeita, melhor do que cá em Portugal, até.

Os apresentadores começaram a dizer de forma aleatória os países que iriam avançar para a final e eu só pedia para que dissessem “Portugal” o mais cedo possível, para não me fazerem sofrer.

Os nomes iam surgindo e eu sempre esperançosa que Portugal iria aparecer. Quando a Sérvia e São Marino passaram, eu comecei-me a aperceber que se calhar não iríamos conseguir um lugar na final.

Faltava apenas um lugar e os apresentadores dizem “Eslovénia!”…

Fiquei destroçada, não compreendi como é que a Europa não percebeu o significado e mensagem desta canção e preferiu que canções completamente banais seguissem em frente.

Eu estava completamente desiludida.

2.ª Semifinal

Não estava muito nervosa para esta semifinal, visto que tinha praticamente a certeza de que as minhas músicas favoritas iriam passar.

Na quinta-feira, eram 18 os países que competiam para chegar à final.

O espetáculo foi correndo, as canções foram apresentadas e lá chegamos à parte mais importante da noite, as votações.

De forma a contar todos os votos, normalmente existe um ato musical para “entreter” as pessoas. Para meu espanto, adorei o grupo dessa noite que se chamava Salva Band, uma banda de pessoas com deficiências físicas e psicológicas.

Para mim, eles foram as estrelas do espetáculo pela autenticidade que traziam consigo e pelo amor genuíno que tinham pela música.

Era, então, altura de saber quais os países que avançariam para a final.

Lá foram sendo anunciados aqueles que toda a gente estava à espera, nada de extraordinário, uma ou outra surpresa menor, mas nada como na primeira semifinal.

Final

Muito honestamente, não prestei muita atenção aos atos de abertura e não sei quê. Nem sequer à Madonna. Não estava para aí virada, só queria mesmo saber quem ganharia a Eurovisão 2019.

Tínhamos 26 canções para ouvir… Algumas nem sequer prestava atenção, visto que já as tinha ouvido nas semifinais e uma vez já era mais que suficiente. Em relação às minhas favoritas, ouvia e via tudo com muita atenção, e cantava juntamente com os artistas, quando sabia a letra, claro.

Os meus favoritos para ganhar, como vos disse nos meus posts relativos à 1.ª e 2.ª semifinais, eram a Itália e a Holanda. Quem eu queria que não ganhasse obrigatoriamente era a Rússia e a Suíça.

As votações começaram… Portugal foi o primeiro a votar e deu logo 12 pontos à Holanda. Começamos bem.

Os júris dos 41 países foram divulgando os seus votos… e muito rapidamente a Macedónia do Norte começou a ganhar vantagem em relação aos restantes países. Sem dúvida, uma das maiores surpresas da noite.

No final da contagem dos votos por parte do júri, a Suécia estava em primeiro lugar, a Macedónia do Norte em segundo e a Holanda em terceiro, mas tudo estava ainda em aberto, pois o voto do público vale sempre 50%.

Pontos dos vinte e seis países depois da votação dos júris.

Fomos sabendo os pontos que o público dava aos países a começar pelo último na classificação atual. As surpresas continuaram a aparecer: a Alemanha recebeu 0 PONTOS do público, a Noruega passou para primeiro lugar passando à frente de vários países, …

Tudo ia ser decidido até à última. Ou a Suécia ou a Holanda iriam ganhar. Tudo ou nada.

“A Suécia precisa de 253 pontos para passar à frente da Holanda e ser a vencedora da Eurovisão 2019.”, diziam os apresentadores.

“O público deu à Suécia… 93 PONTOS!”

“A Holanda é a vencedora do Festival Eurovisão da Canção 2019!”

Pontos dos vinte e seis países depois da votação do público.

Eu fiquei tão contente! Foi, sem dúvida, uma vitória mais que merecida! A canção é lindíssima e o artista parece ser extremamente simpático e humilde.

Netta Barzilai, a vencedora da edição de 2018 da Eurovisão, a entregar o troféu ao vencedor deste ano, Duncan Laurence.

E assim se concluiu o maior evento de música da Europa. Obviamente que fiquei desiludida com a participação de Portugal nesta edição, mas eu sinto que a Europa nos tratou injustamente e não conseguiu entender completamente a magnitude e a importância da canção do Conan.

Espero que tenhamos mais sorte na Holanda em 2020!

Até ao próximo post!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s