Crónicas

É o hábito

Nunca fui de ficar na cama. Não é um hábito. Sou dos que se levanta - e deita - cedo. Todos os dias. Mesmo nas férias. Mesmo nesta altura em que não há FLUP, nem exames, nem datas, ou prazos a cumprir. Foram raros os dias em que fiquei na cama até depois das sete. … Continue reading É o hábito

Anúncios
Crónicas

Julgamento

A primeira definição do verbo “julgar”, segundo o dicionário, enuncia “proceder ao exame da causa de”. Seguem-se outras tantas semelhantes como o “decidir”, “sentenciar”, “formar um juízo acerca de” … “crer, supor”. São dezenas de termos semelhantes que pressupõe a formulação de uma conjectura, em torno de um determinado sujeito. Hoje é dia do Miguel… Continue reading Julgamento

Crónicas

A queda da caixinha mágica

Ainda sou do tempo dos serões de domingo, em que o sofá era disputado por toda a família. Enfim, nessa altura “domingava-se”, verdadeiramente. Reunião-se todos, em torno da caixinha mágica. Todos ansiavam o programa da noite. O do horário nobre.  Ora fosse um concurso de música, ou mesmo um formato de danças, havia assiduamente um… Continue reading A queda da caixinha mágica